/ noticias / Caxias
Segunda-Feira, 17 de Setembro de 2012 às 17h54

A coisa e o seu nó antropomórfico.

A coisa e o seu nó antropomórfico.
Por Gilvaldo Quinzeiro
Tamanho da Fonte
+  -

 

 

 

 

 

Protágoras de Abdera (480 a.C. - 410 a.C) : "O homem é a medida de todas as coisas, das coisas que são, enquanto são, das coisas que não são, enquanto não são."

 

Eis em tão longínqua época, um homem lançar seu olhar sobre  as coisas que, no seu tempo era “a não coisa”, e que hoje, sem “o nosso nó”,  seria a coisa que nos afunda. Isto é, o homem é “o nó”, não porque possui segura a ponta da corda, aliás, esta é uma contradição, pois, em corda alguma nos seguramos, contudo, somos a própria coisa que sem a exatidão do nó, podemos nos espraiar para além da mão que  de nós se  desprende...

 

Dito com outras palavras, não se mensura as coisas, quaisquer que sejam, sem que, ao fazer isso, a nossa face (esculpida nas coisas) não se encolha.

 

A questão, contudo, é quando só coisa somos. Ai só Protágoras poderá pensar por nós? Ou a coisa em si já não é como os homens pensam que sejam?

 

Dado o nó, dado o homem, quando não, tudo é o lá fora como o  mundo longínquo das estrelas para o qual, não passamos de grãos de olhos arregalados!...

 

Publicidade
Publicidade

mais sobre Caxias

00h29 - 10/01/2015
Definida programação para a derrubada e levante do Mastro de São Sebastião
09h48 - 23/12/2014
Senac abre inscrições para cursos gratuitos em Caxias
09h43 - 23/12/2014
Inep divulga as notas do Enem 2013 por escola; confira ranking em Caxias
09h25 - 23/12/2014
Carro bate frontalmente com carreta e três pessoas morrem na BR-316
23h52 - 19/05/2013
os casos de estupros são seus desdobramentos?

© 2015. Todos os direitos reservados - Debate Democrático
O portal de notícias mais completo e atualizado do Maranhão.