Caxias-Ma comemora 188 anos de Adesão à Independência do Brasil com mais um erro da Prefeitura

01/08/2011 por julimarsilva · Sem Comentários 

Em 7 de Setembro de 1822 D.Pedro I decretou a Independência do Brasil. Mas algumas províncias como a do Maranhão, por exemplo, não aderiram a princípio. O avanço das tropas brasileiras foi constante conseguindo consolidar num breve espaço de tempo muitas terras nacionais aos domínios do Brasil. Pelo menos até 1823, algumas regiões do país eram disputadas entre brasileiros e portugueses. Foi no Maranhão o último foco de resistência. Por tudo isso, Caxias, berço de Vespasiano Ramos, Coelho Neto e Gonçalves Dias completa hoje 1º de Agosto de 2011, 188 anos de Adesão a Independência do Brasil.

Não é de hoje que muitos jornalistas, poetas e escritores caxienses tentam lembrar aos administradores da cidade, sobre as comemorações a cerca desta data. Mais uma vez, a Prefeitura de Caxias continua comemorando a data como aniversário da cidade, quando na realidade se devia comemorar o 5 de Julho por ser essa data, que retrata justamente o dia em que Caxias foi elevada à categoria de cidade em 1836. O dia 1º de Agosto de 1823, 13 anos antes, é uma alusão a Adesão de Caxias à Independência do Brasil.

Caxias foi um dos maiores focos de resistência portuguesa no Maranhão. A Capital São Luis aderiu à Independência do Brasil em 28 de Julho de 1823, enquanto isso, Caxias resistia. Essa resistência tinha um nome: O tenente português João José da Cunha Fidié. Resistiu enquanto pôde. Foi pelo Morro do Alecrim ou Morro das Tabocas que as tropas brasileiras invadiram Caxias e pela Rua 1º de Agosto, chamada de caminho dos jesuítas, os soldados chegaram até a Igreja da Matriz. Terminava assim a resistência de quase um ano ao governo de Dom Pedro I.  

A obra: Caxias das Aldeias Altas (subsídios para sua história) de Milson Coutinho, 2ª edição, publicada em 2005, traz relatos que ratificam o contexto histórico acima descrito. O historiador afirmar que apesar da entrada das tropas brasileiras em Caxias ter ocorrido no dia 1º de Agosto de 1823, somente no dia 7 de Agosto de 1823 Caxias adere de fato à Independência do Brasil no papel. Esse ato é marcado principalmente por uma reunião, que representa o Auto de Juramento à Independência, ocorrida na Igreja da Matriz da cidade. Caxias, ainda era chamada na época de Caxias das Aldeias Altas e nessa reunião estavam presentes representantes da Câmara Municipal, o Clero, Nobreza e o Pôvo (palavra ainda escrita com o uso do acento circunflexo). O ato foi uma convocação da: “Exmª Junta da Delegação Expedicionária do Ceará, e Pihahuhi”, afirma o historiador Milson Coutinho. Neste ato foi dito ainda na presença do Comandante em Chefe do Exército, José Pereira Filgueiras que: “em cumprimento dos decretos e Ordens de S. Majestade Imperial e Defensor Perpétuo do Brazil…Dom Pedro Primeiro”, como consta em Auto de Juramento à Independência Prestado na Matriz da Villa de Caxias.

Mais informações: www.debatedemocratico.com.br

Mande sua sugestão para: julimarsilvareporter@hotmail.com

Sobre julimarsilva

Deixe a sua mente falar

Diga-nos o que pensa...
ah, e se você quiser que apareça a sua foto ao lado do comentário, obtenha já o seu gravatar!